AVENTURA COM RESPONSABILIDADE

sábado, 8 de janeiro de 2011

DE MOTO PELO BRASIL - ACOMPANHE


Aqui vou contar mais uma aventura, uma grande viagem. Aqueles que me acompanham nessas aventuras, devem se perguntar: Por que ele sempre começa nas estradas que levam a Belém do Pará? Vou explicar; tenho uma filha, e tres netos que moram em Bragança estado do Pará, entenderam agora? (risos) E foi assim que começou mais uma aventura de moto pelo BRASIL. Minha vontade, ou seja, meu destino, seria Mato Grosso do sul, o tão sonhado PANTANAL. Tenho um grande amigo, Professor Adahilson que já morou em Camocim, e hoje mora no Mato Grosso, ele, de férias por aqui me fez o convite, contou muitas histórias do Pantanal, o “cara” me deixou animado (risos) acabou as férias do Professor, ele voltou, e ficamos sempre em contato pelo msn. O certo é que eu estava decidido: Vou ao Pantanal, e dia 31 de agosto de 2009, às 5:30 da manhã eu saí de Camocim. A moto é a da foto acima, uma tornado 250 cc. Eu sempre viajo nesse tipo de moto, pois me dou muito bem e tornado na minha concepção é moto indo e voltando, nunca me deixou na mão, seja no asfalto, na areia, na lama, enfim, a tornado é uma grande moto. De Camocim a Bragança são 1.100 km, eu sempre faço em 2 dias, assim não rodo a noite e não me canso. No primeiro dia dormi em Santa Inês-MA, e no segundo dia às 3 da tarde eu estava na casa da minha filha Nayana, na vila de Bacuriteua, depois de Bragança uns 15 km pois é lá que eles moram.
A foto acima - Foi na viagem de volta
Travessia Ferry Boot São Luis do Maranhão (foto) Aqui embarco a moto em um grande Navio, onde inumeros carros são transportados para o outro lado do Maranhão, a viagem adentra o mar e leva em mdeia 2:45 h. Minha filha Nagyla ( a esquerda da foto acima ) Mora em Boa Vista Roraima, mas de férias na casa da irmã Nayana (foto) me esperavam anciosas, quando eu cheguei foi uma festa (risos). Brincadeira com os meus netos, praia, foram dias inesquecíveis, daqueles que agente não esquece nunca. Mas, o pantanal me esperava, eu já estava com uns 10 dias na casa da Nayana.
Dia 11 de setembro de 2009 – Saí cedinho, uma saudade... Cheguei a chorar por algum tempo na estrada, tendo que fazer umas duas paradas para limpar a viseira (risos) acho que estou mesmo ficando velho! Naquele dia 11, eu estava mesmo afim de rodar, fiz pequenas e rápidas paradas ao longo da BR 010 ou seja; Belém Brasilia e fui dormir na cidade de Porto Franco.
Dia 12 de setembro – Saí de Porto Franco, sem explicação nenhuma mal humorado, minha vontade foi de voltar. Provavelmente ainda saudade dos meninos, pois passo tanto tempo sem vê-los, eu estava me achando egoísta, devia ter ficado mais tempo com eles era so o que eu pensava. Mas vamos a estrada, afinal tenho muitos km a percorrer. Cheguei a Divisa dos Estado Maranhão e Tocantins. Aqui a grande ponte na cidade de Estreito me chamou atenção, como fica visível mas distante da BR, eu tive que pegar uma estrada de terra para chegar até a mesma, fui lá embaixo, encontrei um cidadão Sr Nicanor que me falou um pouco sobre a construção da ponte e depois tirou vários fotos, um sujeito muito atencioso. A ponte é realmente muito bonita. Chama atenção de quem passa na BR, foi o meu caso, não resistiu e fui vê-la de perto (risos). Mas como eu já disse, eu estava de baixo-astral, so pensava em voltar para a casa da minha filha. Na noite anterior, em Porto Franco fui ao Cyber e conversei bastante com o Adahilson, as injeções de ânimo foram muitas, mais eu decidiu voltar. Agora veja a coincidência: O nome desse lugar TOCANTINOPOLIS me chamou atenção, eu já estava na estrada como você pode ver nas fotos abaixo..
... Araguaina. E não é que eu voltei e resolvi conhecer Tocantinopolis! Rodei uns 30 km me deparei com uma Tocantinopolis linda, veja as fotos: Dei um giro na cidade, já estava tomando o caminha de volta a BR para seguir novamente rumo a Araguaina, quando me deparei com o rio, a orla coisa de cinema, as balsas faziam a travessia para uma cidade que ate então eu não sabia o nome, mas podia avista-la na outra margem o lugar era simplesmente lindo... Veja fotos abaixo... Eu não resisti, coloquei a moto na pequena embarcação e fui ate a outra margem, ou seja, até a outra cidade do outro lado do rio... Veja a foto abaixo, a moto dentro da embarcação...
Agora, já do outro lado a surpresa: Que cidade é esta? Eu perguntei a um cidadão! Ele me respondeu: Porto Franco! Eu admirado, depois de ter feito um baita arrodeio, estava novamente na cidade onde dormi, aí meu amigo, eu que já estava afim de voltar, achei que não devia mesmo seguir em frente, algo me pedia para que eu voltasse, eu nunca fui de voltar do meio do caminho mas nesse dia eu voltei, não me pergunte o motivo real da volta, mas eu voltei, e assim as 7:30 da noite para surpresa e alegria dos netos e filhas eu toquei o dedo na buzina (é o novo, risos) em frente a casa da minha filha, pense na alegria desses meninos (risos) eu me senti o cara mais feliz do mundo por ter voltado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOLTE A PAGINA INICIAL

Seguidores

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Email: tornado_lopes@hotmail.com Fone: (88)9668 4709